APPLE IOS TECNOLOGIA

Apple teria tentado comprar a Tesla em 2013

Que a Apple já foi uma empresa muito mais “misteriosa” não há como negar, porém, mesmo com os vazamentos e problemas com alguns produtos (como o AirPower, que não chegou nem mesmo a ver a luz do dia), a gigante de Cupertino ainda preserva muito bem alguns segredos, principalmente aqueles relacionados ao “Apple Car”.

O famigerado veiculo da Maçã é tema de um dos tópicos que atravessam os anos e, apesar do rígido sistema contra spoilers, eventualmente alguns detalhes escapolem aqui e ali, nos dando uma ideia de como anda o desenvolvimento do conhecido “Projeto Titan”.

Desta vez, o AppleInsider trouxe informações as quais apontam que o “Projeto Titan” continua vivo e em pleno desenvolvimento — após notícias de que ele poderia não estar indo tão bem. Nesse sentido, o analista financeiro Craig Irwin, da Roth Capital Partners, contou para a CNBC que a Maçã está construindo “salas enormes” para o projeto na Califórnia.

Segundo Irwin, isso pode significar que a gigante de Cupertino está trabalhando em algo voltado para o sistema elétrico do veículo, especialmente em baterias. Há também a possibilidade de esses locais servirem como ambientes de testes dos veículos, mas o analista destacou os esforços da Apple no desenvolvimento da parte elétrica e de sistemas de acionamento do automóvel.

Como dissemos, os rumores em torno do “Apple Car” e do “Projeto Titan” já circulam há anos. Em vários momentos, inclusive, pensou-se que tal projeto tivesse chegado ao fim, mas logo em seguida a Maçã agitava as coisas e os trabalhos voltavam à tona.

Apple teria negociado compra da Tesla

Se agora parece que o desenvolvimento do “Projeto Titan” desacelerou-se, saiba que nem sempre as ambições automotivas da Apple foram minimizadas. Ainda segundo o analista da Roth Capital Partners, a Maçã teria feito uma “oferta séria” para comprar a Tesla no fim de 2013.

Na época, a Apple teria ofertado US$240 por ação da fabricante de carros elétricos. Como informou o StreetInsider1, a Maçã poderia iniciar uma nova negociação (agora em um momento ainda mais oportuno), já que os papéis da fabricante de carros americana atingiram US$205 nesta semana, muito abaixo do valor supostamente licitado seis anos atrás.

Não está claro até que ponto as negociações aconteceram, uma vez que não existe um documento oficial que sinaliza a compra de ações da Tesla pela Apple. Ainda assim, Irwin ressalta que “múltiplas fontes” disseram que o CEO2 da Apple, Tim Cook, e o da Tesla, Elon Musk, se encontraram em Cupertino naquele ano para negociar a transação.

Independentemente de ter acontecido ou não, o fato é que nos anos seguintes as duas fabricantes entraram num cabo de guerra por funcionários, com Musk chamando a Apple inclusive de “cemitério da Tesla”.