Funcionários do Google pedem ação corporativa sobre mudança climática

Os funcionários do Google estão exigindo que a empresa emita um plano climático que o comprometa a zero emissões até 2030.

Uma petição online publicada na segunda-feira traz assinaturas de mais de mil funcionários do Google. Também pede ao Google que recuse contratos que apoiem a extração de combustíveis fósseis e evite colaborar com organizações envolvidas na opressão de refugiados.

Da mesma forma, os funcionários da Amazon pediram que seu empregador tome medidas para a ação de mudanças climáticas. Trabalhadores de ambas as empresas aderiram às marchas climáticas em setembro.

Os funcionários do Google têm se destacado em emitir demandas e pedir mudanças dentro da empresa. Os funcionários protestaram contra práticas sexuais impróprias e de arbitragem forçada na empresa e no tratamento do Google a trabalhadores contratados.