12 de janeiro de 2020




CIBERESPACO POLONIA TECNOLOGIA TECNOLOGIA

Polônia lançará força de defesa do ciberespaço





A Polônia, membro da OTAN, lançará uma força de defesa do ciberespaço até 2024, composta por cerca de 2.000 soldados qualificados em segurança cibernética, disse o ministro da Defesa na quinta-feira após aprová-lo formalmente. “Estamos cientes de que no mundo de hoje é possível influenciar a situação nos estados usando esses métodos (guerra cibernética)”, disse Mariusz Blaszczak à mídia local em um centro militar de treinamento cibernético em Zegrze, perto da capital Varsóvia.

Blaszczak disse que a unidade de comando da força entraria em operação em 2022. A Polônia teria diplomados em TI suficientes até 2024 para fornecer à força 2.000 funcionários qualificados em defesa cibernética, acrescentou. O Ministério da Defesa da Polônia já está à procura de talentos em parceria com o HackYeah hackathon para oferecer um total de 30.000 zlotys (6.900 euros, US $ 7.650) em prêmios em dinheiro para os principais hackers, de acordo com um post no site do ministério.

O hackathon de dois dias, considerado o maior evento do gênero na Europa, acontece no sábado e no domingo, perto de Varsóvia.