SEM CATEGORIA, TECNOLOGIA

United Airlines empurra vôos MAX de volta para 2020

Na sexta-feira, a United Airlines novamente adiou o prazo para retomar o serviço no Boeing 737 MAX, que ainda precisa ser recertificado pelos reguladores após dois acidentes fatais.

A United disse que estava retirando os vôos MAX do seu horário até 6 de janeiro. O plano anterior retirou os aviões de serviço até 19 de dezembro.

“No futuro, continuaremos monitorando o processo regulatório e fazendo os ajustes necessários em nossa operação e em nosso cronograma para beneficiar nossos clientes que estão viajando conosco”, afirmou a empresa em comunicado.

O avião mais vendido da Boeing está em terra desde meados de março, após acidentes com aviões da Lion Air e da Ethiopian Airlines que mataram 346 pessoas.

A Boeing está buscando aprovação regulatória para o retorno dos aviões a serviço este ano após atualizações, mas a gigante aeroespacial observou que as autoridades do governo terão a palavra final.

A FAA sinalizou que o retorno do avião poderia ocorrer em etapas por país, devido à falta de consenso entre os reguladores.

Mas o órgão regulador dos EUA enfrentou um escrutínio pesado sobre a aprovação do MAX e enfrentou mais perguntas na sexta-feira.

Uma análise do processo MAX por parte de reguladores internacionais criticou a agência dos EUA por não seguir suas próprias regras e por não ter mão de obra ou experiência suficientes para supervisionar o desenvolvimento do avião , segundo relatos.