American Airlines adia retorno do Boeing MAX a janeiro

Na quarta-feira, a American Airlines adiou o retorno de seus jatos Boeing 737 MAX até janeiro de 2020, reorganizando sua programação devido a um aterramento após dois acidentes mortais.

A transportadora americana agora planeja que o MAX retome os voos em 16 de janeiro de 2020. O plano anterior era trazer os aviões de volta ao serviço em 3 de dezembro.

O avião mais vendido da Boeing está em terra desde meados de março, após acidentes com aviões da Lion Air e da Ethiopian Airlines que mataram 346 pessoas.

“A American Airlines antecipa que as atualizações iminentes de software do Boeing 737 MAX levarão à recertificação da aeronave no final deste ano e à retomada do serviço comercial em janeiro de 2020”, afirmou a companhia.

“Estamos em contato contínuo com a Administração Federal de Aviação e o Departamento de Transporte”.

A Boeing está buscando aprovação regulatória para o retorno dos aviões a serviço este ano após atualizações, mas a gigante aeroespacial observou que as autoridades do governo terão a palavra final.

A FAA sinalizou que o retorno do avião poderia ocorrer em etapas por país, devido à falta de consenso entre os reguladores.



PROPAGANDA
PROPAGANDA
PROPAGANDA